Configuração Manual SynthDE

Última atualização em setembro 30, 2019
Você está em:
< Voltar
  1. Clique no botão “O” , que se encontra na parte inferior esquerda da imagem

2. No campo de pesquisa, digite “terminal” (sem aspas). Em seguida, clique no ícone “Terminal”. Aguarde rodar o terminal.

3. Página inicial do Terminal de comandos SynthDE

4) Digite o comando $ sudo su. Em seguida, pressione ENTER.

Perceba que onde se encontrava ‘$’, agora se encontra “#”. Isto significa que, ao invés de um usuário padrão ($), um supersuário (#) está acessando o sistema.

Digite sua senha de usuário (root). Em seguida, pressione ENTER.

5) Acesse o diretório raiz do sistema.
# cd /

Pressione ENTER

6) Visualize todo o conteudo da pasta raiz do sistema.
# ls -a

Pressione ENTER

7) Acesse a pasta home (página inicial) do diretório raiz.
# cd home

Pressione ENTER

8) Mostra todos os arquivos da pasta home do diretório raiz.
# ls -a

Pressione ENTER

9) Acesse a pasta “usuário”
# cd usuario

Pressione ENTER.

10) Mostra todos os conteúdos da pasta /usuário.
# ls -a

Pressione ENTER

11) Abra a pasta .config (pasta não-visivel que contém arquivos de configuração do sistema.
# cd .config

Pressione ENTER

12) Liste todos os arquivos (visíveis e não visíveis) existentes na pasta .config:

# ls -a

Pressione ENTER

13) Acesse a pasta Synth.
# cd Synth

Pressione ENTER

14) Mostra todo o conteúdo da pasta Synth:
# ls -a

Pressione ENTER

15) Acesse a pasta desktop (contém arquivos de configuração da Área de Trabalho do sistema.
# cd desktop

Pressione ENTER

16) Abra o arquivo “settings.txt” e faça alterações necessárias (conforme
instruções a seguir):
# nano settings.txt

Pressione ENTER

O arquivo “settings.txt” contém as seguintes linhas de código:

[General]
background=file:///usr/share/backgrounds/default.jpg
path=/usr/share/backgrounds
terminal=xfce4-terminal

Onde:

A linha “background=file:///usr/share/backgrounds/default.jpg” corresponde
à pasta onde está salvo o arquivo “imagem de fundo da área de trabalho”.
Para configurar o background (Área de Trabalho), acesse a pasta backgrounds (localizada em /usr/share/backgrounds) e selecione um arquivo desta pasta.

A linha “path=/usr/share/backgrounds” corresponde ao caminho para
acessar a pasta “backgrounds”, onde estão armazenados os arquivos
que servem como “pano de fundo da Área de Trabalho”.

A linha “terminal=xfce4-terminal” corresponde às configurações do terminal instalado no sistema. Neste caso, o terminal instalado é o XFCE (versão 4).
Além do XFCE, existem outros terminais como MATE, GNOME, etc.

17) Após fazer alterações necessárias, salve as alterações e feche o arquivo
“settings.txt”. Para isto, pressione as seguintes teclas de atalho:
Control + O (salva alterações no arquivo). Ao aparecer a pergunta “Deseja
salvar alterações? S/n”, digite S (Sim). Pressione ENTER.
Control + X (fecha o arquivo e volta ao terminal de comandos).

18) Retorne à pasta “Synth”. Para isto, digite o comando:
# cd ..

Pressione ENTER

19) Na pasta Synth, digite:
# ls -a
Este comando mostra todo o conteúdo da pasta Synth (arquivos visíveis e
não visíveis).

Pressione ENTER

20) Acesse a pasta panel, que contém arquivos de configuração (Painel de
Controle) do sistema. Digite o comando:
# cd panel

Pressione ENTER

21) Edite o arquivo launchers.txt, que contém configurações de arquivos
inicializáveis, isto é, são executados quando se inicia o sistema operacional.

EM BREVE!

22) Edite o arquivo “settings.txt”, que contém configurações do painel de
controle do sistema. Digite o seguinte comando:
# nano settings.txt

Pressione ENTER

O arquivo “settings.txt” contém as seguintes linhas de código:

[General]
brightness=55
color=1984ff
hue=59
micro=0
modifiedapp=qua set 18 03:05:30 2019
modifiedlocal=s\xe1\x62 ago 24 00:40:50 2019
theme=Paper
volume=100

Onde:

“brightness=55” : configura o nível de brilho da tela. Varia de 0 à 100
“color=#1984ff” : configura a cor
“hue=59” :
“micro=0” :
“modifiedapp=qua set 18 03:55:30 2019” :
“modifiedlocal=s/xe1/x62 ago 15 23:19:15 2019
“theme=Paper” : Tema da interface gráfica (GUI)
volume=100 : volume padrão do sistema. Varia de 0 (sem som) à 100 (volume
máximo).

Após fazer as alterações necessárias, salve as alterações e retorne ao
terminal de comandos:
Ctrl + O : salva alterações no arquivo
Ctrl + X : fecha o arquivo e retorna ao terminal de comandos.

23 Após fazer as alterações, atualize a lista de pacotes dos repositório Ubuntu 18.04 e Synth:
# apt-get update : atualiza a lista de pacotes do repositório Ubuntu 18.04

# apt-get update synth – : atualiza a lista de pacotes do repositório Synth

24) Para reiniciar a máquina, faça o seguinte:

Acessando o terminal como superusuário Root, digite:

# cd /

Em seguida, na linha que aparecer, digite:

# exit

$ exit

O primeiro # exit retira o acesso ao sistema do superusuário “root”. O segundo comando $ exit, por sua vez, desconecta do sistema o usuário comum, padrão. Por isso que o sinal “hash” (#) se transforma em “dollar” ($)

Obs: Outra forma de reiniciar o sistema operacional: após fazer a atualização dos repositórios (# apt-get update), feche o terminal. É possivel fechá-lo através dos dois comandos # exit em sequêcia (conforme demonstração acima) ou no menu da janela do terminal, clicando na aba “Arquivo” e, em seguida, na opção “Sair”.

25) Para reiniciar a máquina através do sistema operacional:

Na barra de tarefas da SynthDE existe um relógio digital no canto direito da tela. Ao lado deste relógio há uma seta virada para cima. Clique nesta seta.

Percebe-se que, ao clicar neste ícone (seta), abre-se uma janela com diversas opções. Clique na opção RESTART (icone de reciclagem, indicado em VERMELHO). Quando o usuário clica neste botão restart, o computador reinicia. As alterações manuais feitas na SynthDE normalmente funcionam (na maioria das vezes). Qualquer dúvida, comentário ou informação, favor entrar em contato conosco através do nosso Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU):

Site: https://www.emmios.com.br
Wiki: https://www.emmios.com.br/wiki/
Github: https://github.com/emmios

Grupo de Telegram EmmiOS